Últimas Publicações

À espera de um milagre

belos_versiculos_fortalecam_se_no_senhorO cidadão naufragou no meio do Oceano Atlântico. A notícia chegou pelo rádio no continente, alguém ouviu, mas de que adiantaria? Ele estava no meio do Oceano Atlântico! É, mas esse alguém vendeu tudo o que tinha para alugar um helicóptero capaz de chegar até lá e foi ao encontro do náufrago. Encontrou-o boiando apoiado a um pedaço de madeira e mais que depressa jogou-lhe uma escadinha de corda lá do helicóptero. O cara olha pra escadinha, depois olha pro seu salvador e grita:

– Escuta, que prova você me dá de que isso tá bem amarrado aí em cima?

Existem por aí muitos e muitos náufragos que, ao invés de fazer o único gesto que lhes é requerido – segurar na escada que lhes foi lançada, preferem requerer provas “mais concretas” para confiar no Salvador.

Provavelmente não se dão muita conta de que estão boiando no meio do oceano, agarrados a um pedaço de pau. Se virem um milagre, tal como aqueles que estão registrados na Bíblia, aí – dizem eles – crerão. Querem evidências! Eu mesmo já estive entre esses e no meu íntimo argumentava com Deus que, se tivesse uma experiência sobrenatural, um encontro com um anjo, quem sabe?, aí seria mais fácil para mim crer.

Quando Jesus diz a Tomé que “mais bem aventurados são os que não viram e creram”, Ele está enunciando uma grande verdade que esses náufragos insistem em não enxergar: milagres não resolvem o problema. Fé resolve o problema. Fé é o estender da mão e tomar a escada, a partir desse momento o Salvador pode alçar voo, nos levar para cima, nos tirar do meio da água.

Os milagres não resolveram o problema daqueles hebreus saídos do Egito que passaram pelo meio do Mar Vermelho, viram o exército do Faraó pulverizado, andaram sob uma nuvem de fogo à noite e uma nuvem que amenizava o calor causticante do sol do deserto durante o dia e logo dali a pouco estavam adorando um bezerro de ouro e dizendo: esse aí foi quem nos tirou do Egito.

Milagres não necessariamente produzem fé. Ao contrário, muitos dos milagres de Jesus parecem obedecer à lógica inversa: a fé produz milagres. “Vai, a tua fé te salvou”, a gente lê em diversos momentos nos evangelhos. A fé é a senha para que Deus aja ainda mais diretamente.

A atuação de Deus em nossa vida visa resolver o problema e não satisfazer nosso desejo de presenciar coisas emocionantes e fora do comum. Ele age buscando colocar em nosso caminho as experiências que geram fé, que a fortalecem, exercitam, robustecem. O mais importante é que estejamos agarrados à escada que Ele nos lançou ao custo do sangue de Jesus. Ver a escada, ver o mar, esse é o primeiro milagre e muito mais bem aventurado, muito mais feliz e apaziguado é aquele que não necessita mais do que esse primeiro milagre.

Marco Aurélio BrasilÀ espera de um milagre

Artigos Relacionados