Últimas Publicações

A simplicidade de Enzo

Após receber a taça da Liga dos Campeões, jogadores e Comissão Técnica faziam de tudo para tirar foto com a mesma. Uma cena, porém, me fez sorrir, Enzo (quatro anos), filho do jogador Marcelo, lateral do Real Madri e da Seleção Brasileira, foi puxado pelo técnico do time do pai para tirar foto com ele junto ao troféu. Alheio a tudo que acontecia ao seu redor o pequeno se preocupava apenas em pegar algo dentro da taça, pedaços de papel laminado que haviam caído lá dentro. A festa, a taça, nada importava, felicidade, para ele, era estar junto do pai e brincar com pedaços de papel laminado.

Entendi mais claramente o que Cristo quis dizer ao falar que se quiséssemos herdar o Reino dos Céus deveríamos nos tornar como crianças (Mateus 18:3). Em sua ingenuidade e pureza o pequeno Enzo não se deixou levar pela euforia dos adultos, queria apenas brincar com papel picado. Em sua casa, com certeza, ele tem os melhores brinquedos que se possa dar a uma criança, mas longe de casa a simplicidade era sua diversão.

Você e eu estamos longe de casa, da casa do Pai. Em breve Ele virá buscar Seus filhos para passar a Eternidade ao Seu lado. Os que o amam e clamam por Sua presença diária serão os escolhidos. Como Enzo você procura estar ao lado do pai? Sua maior preocupação é com a “taça” e a “festa” ou tem detido seu olhar nas pequenas coisas que a vida oferece? A vida será realmente boa de ser vivida quando nosso maior desejo for o de estar ao lado do Pai e aproveitarmos as coisas simples da vida.

Gelson de Almeida Jr.A simplicidade de Enzo

Artigos Relacionados