Últimas Publicações

Ananias, Safira e eu

Quando você lê o relato de como era a vida da recém nascida igreja cristã, nos primeiros capítulos de Atos, tem a impressão de que tudo era cor-de-rosa, harmônico e feliz. Mas aí aparece a estranha história de Ananias e Safira, ali no capítulo 5. É praticamente um balde de água fria no entusiasmo meio comunista que imperava.

Comunista porque virou moda, na empolgação da fé, as pessoas venderem suas propriedades e dividirem todo aquele dinheiro entre os pobres através dos líderes da igreja. Ananias e Safira não queria ficar de fora. Venderam uma propriedade e trouxeram o dinheiro para a igreja. Só que não trouxeram tudo, embora dissessem que estavam fazendo isso. Alertado pelo Espírito Santo, Pedro disse a Ananias: “Ananias, por que encheu Satanás o teu coração, para que mentisses ao Espírito Santo e retivesses parte do preço do terreno? Enquanto o possuías, não era teu? e vendido, não estava o preço em teu poder? Como, pois, formaste este desígnio em teu coração? Não mentiste aos homens, mas a Deus” (v. 3 e 4).
mentira
Você sabe o final dessa história. Ananias caiu morto ali mesmo. Mais tarde chegou Safira, sem saber de nada do que havia acontecido, e a cena se repetiu, ela caiu fulminada da mesma forma que o marido. O resultado foi este: “Sobreveio grande temor a toda a igreja e a todos os que ouviram estas coisas” (v. 11). É óbvio que ninguém era obrigado a vender nada, e, vendendo, ninguém era obrigado a dar nada para a igreja. O problema com Ananias e Safira foi terem arrotado uma “santidade” mentirosa.

A história de Ananias e Safira deveria me ensinar ao menos cinco coisas:
1. Deus é santo.
2. As promessas que faço perante Deus devem ser cumpridas, não importa o preço.
3. Deus odeia a mentira.
4. Uma mentira que Deus odeia particularmente mais é aquela que tem o objetivo de nos fazer parecer mais santos do que somos.
5. Onde Deus Se revela de forma mais espetacular, os níveis de tolerância com fraturas de caráter são automática e proporcionalmente mais baixos.
Provavelmente hoje você e eu não seremos fulminados pelas mentiras que contamos aos outros para parecer mais santos, mas a verdade é que, da perspectiva de Deus, tanto faz se isso acontecer agora ou naquele último dia. Tanto faz.
Que o Senhor nos faça íntegros enquanto é tempo!
Marco Aurélio BrasilAnanias, Safira e eu