Últimas Publicações

Ano Novo, Vida Nova

Lembra-se das promessas, para 2017, que fez dias atrás? Já realizou alguma? Não, eu não estou louco de lhe perguntar isto. A realidade é que, segundo especialistas, 95% das “promessas” de final/começo do ano se perdem após 15 de janeiro, isso mesmo, duram apenas duas semanas. Qual a razão disto? Não é porque sejam promessas muito difíceis de se cumprir e as pessoas desistem, mas porque são resoluções que nunca viram decisões.

Você decidiu emagrecer, “feche a boca”, levante-se e vá fazer exercícios; decidiu arranjar um namorado, não mude o guarda roupa, mude suas atitudes, seu jeito de ser, suas expectativas, etc.; decidiu que 2017 será o ano da virada financeira, mexa-se, vá trabalhar, se esforce, afinal, dinheiro não cai do céu. A equação é simples: decisão de mudar + ação = resultado.

Seu sonho nunca se realizará se você não correr atrás, se desanimar diante da primeira porta que se fechar. Infelizmente, para a maioria dos sonhos/desejos, não basta a decisão e a ação, é preciso que se crie novos hábitos, afinal, foram os velhos hábitos que o deixaram descontente com a situação atual.

O Ano Novo não será igual a todos os anteriores se sua mente não mudar. Escrevendo aos romanos Paulo disse-lhes: “(…) transformem-se pela renovação da sua mente” (12:2b). O conselho vale tanto para a vida espiritual como para as coisas mais simples do dia a dia, isto é, para que tenhamos vida nova precisamos ter atitudes novas, atitudes que virem hábitos e, para ter hábitos novos, precisamos de uma mente nova. Não espere mais, comece agora, persevere, você vai conseguir.

Gelson De Almeida Jr.Ano Novo, Vida Nova

Artigos Relacionados