Últimas Publicações

Benção Pequena?

Gosto da lenda do homem que passava seus dias mendigando pelas ruas de uma cidade na Índia e que acalentava o sonho de um dia encontrar alguém com muitas posses, que se apiedasse dele e desse uma soma suficiente para sair de sua miserável situação.

Certo dia ouviu um tropel de cavalos, mesmo de longe, percebeu tratar-se de alguém importante, correu para a estrada e se postou no meio do caminho. O cavaleiro freou seu cavalo bem perto dele, quando ele levantou a cabeça viu tratar-se do rei, que lhe perguntou: Deseja uma dádiva do seu rei? Sim, disse ele. O rei então lhe perguntou: Mas o que você tem para dar ao seu rei? Não querendo se desfazer de nada e imaginando também não ter nada para dar, pegou os dois menores grãos de arroz de sua tigela, colocou na palma da mão e ofereceu ao rei. O rei pegou-os, jogou de volta na tigela e foi embora. Com pesar e raiva viu o rei se afastar, mas, ao olhar para a tigela viu que os dois grãos de arroz haviam se tornado em duas moedas de ouro. Pensou: Que pena não dei tudo para o rei.

Muitas vezes nos comparamos a outras pessoas e achamos que o Eterno tem sido injusto conosco. Olhamos ao redor, vemos outros com benção muito maior que a nossa e pensamos: Não existe justiça nesse mundo! Dias atrás conversei com uma pessoa que listou uma série de pessoas, próximas a ela, que não passavam pelas provas que ela passava. Disse que não era justo ela, uma cristã, passar por coisas que os outros, que não professavam religião alguma, não passavam.

Deus não é obrigado a nos abençoar, mas nos abençoa porque nos ama, mas Suas bênçãos, em muitos casos, são condicionais e vem na medida de nossa entrega e dedicação a Ele e no modo como “abençoamos” os que nos cercam. Ele pede apenas que dediquemos o nosso melhor para Ele (Provérbios 23:26) e, se assim procedermos, tudo o mais nos será acrescentado (Mateus 6:33).

Não reclame nem murmure, apenas se entregue e confie, Ele fará o melhor para você.

Gelson De Almeida Jr.Benção Pequena?

Artigos Relacionados