Últimas Publicações

“Carta de Deus” – Parte I

Na última terça feira (04/11), a casa de leilões Christie´s leiloou por quase US$ 2,9 milhões uma carta, intitulada Carta de Deus, escrita por A. Einstein, em 1954, para o filósofo alemão Eric Gutkind, ela mostra um pouco sua visão do Eterno e de Sua Palavra: “Para mim, a palavra de Deus não é nada além da expressão e do produto da fraqueza humana. A bíblia é uma coleção de lendas veneráveis, mas ainda assim primitivas. Nenhuma interpretação, não importa o quão sutil ela seja, pode mudar isso para mim”…, em outra parte do documento ele afirma considerar a religião uma fraqueza.

Em razão de Seu grande amor para conosco o Eterno nos deixou uma Carta, não de uma página e meia como a de Einstein, mas com centenas de páginas, onde Ele mostra como devemos proceder para um dia passarmos a eternidade ao Seu lado.

Semanas atrás, durante campanha à presidência, um dos candidatos ganhou um exemplar da Bíblia, a verdadeira Carta de Deus, no dia seguinte, pela manhã, o livro foi encontrado no meio do lixo acumulado na praça onde houvera o comício. Ao contrário desse candidato, que não deu muita importância, o salmista afirmou: “Guardei a tua palavra no meu coração para poder manter-me afastado do pecado (Salmo 119:11, O Livro). Em outra parte, afirma: “A tua palavra é lâmpada que ilumina os meus passos e luz que clareia o meu caminho (Salmo 119:105, NVI).

Qual valor você tem dado à Carta de Deus? Como tem tratado aquela que é a carta de um Pai de amor, que quer o seu melhor e, muito em breve, quer lhe encontrar, face a face, no Céu? Em tempos de WhatsApp, Facebook, Instagram, etc., quem recebe sua primeira atenção do dia? Se você acordar atrasado lerá a Carta de Deus ou irá embora pensando que depois dedicará um tempo a Ele? Cristo afirma que se buscarmos o reino de Deus em primeiro lugar tudo o mais nos será acrescentado (Mateus 6:33). A Carta de Deus foi escrita para você, não a deixe de lado.

Gelson De Almeida Jr.“Carta de Deus” – Parte I

Artigos Relacionados