Últimas Publicações

Faça a Diferença

Um ateu ouviu o testemunho de um homem que por muito tempo fora dominado pelo vício da bebida. Assim o homem acabou seu relato o ateu disse que tudo aquilo era uma grande bobagem, que não passava de tolice e imaginação, que era uma fuga da realidade, um sonho. A seguir sentiu um puxão na camisa, era uma garotinha que lhe disse:

– Por favor senhor, se ele estiver sonhando não o acorde. Ele tem sido um pai maravilhoso desde que teve um encontro com Jesus e parou de beber”.

Embaraçado o homem afastou-se, sem dizer qualquer outra palavra.

Poucos instantes antes de retornar ao Céu, o Mestre ordenou aos discípulos que, após receberem o poder, da parte do Espírito Santo, fossem Suas testemunhas, começando próximo de onde viviam até os “confins da Terra” (Atos 1:8). Não tenho dúvida de que, eles e outros, fizeram a sua parte, a prova é que as boas novas do Evangelho chegaram até nós, que estamos a milhares de quilômetros daquela região.

Ser cristão nada mais é que ser uma “testemunha”, uma testemunha do que o Eterno pode fazer na vida de alguém.

Quando colocamos uma roupa elegante, fazemos um corte no cabelo ou penteado que nos tornam atraentes, é comum ouvimos elogios e perguntas do tipo: Onde você comprou? Quem fez? Como conseguiu? Também é comum, ao contarmos de viagens ou passeios que fizemos, os ouvintes desejarem fazer o mesmo que nós. Estamos sendo boas testemunhas e outros querem fazer como nós, mas que tipo de testemunhas somos no aspecto espiritual? Aquilo que mostramos em nosso cotidiano faz com que outros desejem fazer o mesmo?

Gosto da frase que diz que ser cristão é fácil, difícil é fazer a diferença. Seja diferente, faça a diferença, seja uma testemunha.

Gelson De Almeida Jr.Faça a Diferença

Artigos Relacionados