Últimas Publicações

Isto sim é confiança

Vem de Tahuape, Nova Zelândia a história da jovem que, numa manhã fria, cinzenta e chuvosa se dirigia apressadamente para pegar o ônibus, se o perdesse chegaria atrasada no trabalho. Eis que um desconhecido dela se aproximou pedindo dinheiro para comer algo, num impulso de muita bondade ela parou, apontou para sua casa e disse:

– Moro naquela casa que se vê lá. No refrigerador está o que sobrou de um leitão assado com batatas. Aqui está a chave. Vá e coma. Quando sair, deixe a chave debaixo do tapete, no corredor da entrada”.

Durante o percurso de ônibus uma ideia a assolou: “Não havia mulher mais estúpida no mundo”, mas deixou esses pensamentos de lado com a convicção de que as pessoas reagem de forma nobre diante de atos de confiança.

Apreensiva chegou em casa, a chave estava debaixo do tapete. Quando abriu a porta viu uma cena que nunca imaginara, tudo estava em seu devido lugar, com uma diferença apenas, a casa estava mais limpa que nunca, até as vidraças haviam sido lavadas. No refrigerador encontrou um bilhete, escrito em letras grosseiras o seguinte: “Prezada senhorita. Talvez você não consiga compreender nunca o bem tão grande que me fez. Faz alguns dias que sai da penitenciária. Estou livre sob palavra. Francamente, foram para mim muito duros estes dias. Porém você me deu o estímulo que me faltava. Um milhão de graças”.

confiançaFazendo uma analogia, poderíamos trocar os dois personagens da história pelo Pai e nós. Presos pelo pecado, estávamos condenados à perdição eterna, sem a menor esperança de salvação. Em todo o Universo apenas Ele confiou em nós e nos deu uma nova oportunidade. O Filho morreu em nosso lugar e nos fez acreditar que ainda existe esperança para nós, trocou nossa perdição pela salvação.

Quando estávamos perdidos Ele saiu a nos buscar, quando estávamos feridos nos curou, quando estávamos desamparados nos tomou em Seus braços de amor, quando estávamos mortos nos reviveu. Se podemos andar de cabeça erguida, se podemos sonhar com a salvação é porque Ele confia em nós e através da morte do Filho deu-nos a chave de Sua casa. Qual é a sua reposta a tão nobre gesto?

Gelson De Almeida Jr.Isto sim é confiança

Artigos Relacionados