Últimas Publicações

Justa Compreensão

fardoCompreender as passagens da bíblia também se relaciona ao conhecimento dos contextos que envolveram cada uma daquelas situações descritas. Um exemplo a ser destacado está na passagem do evangelho de Mateus – “Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei. Tomai sobre vós o meu jugo, e aprendei de mim, que sou manso e humilde de coração; e encontrareis descanso para as vossas almas. Porque o meu jugo é suave e o meu fardo é leve”.

Por que ele disse isso? Em um vídeo de René Kivitz, ele nos explica que naquela ocasião as crianças desde muito cedo ficavam sob a responsabilidade de rabinos para aprenderem a Torá. Terminado esse tempo, todos sabiam de cor aqueles versos. Muitos voltavam para suas casas e aprenderiam o ofício de seus pais. Os que se sobressaiam, continuavam os estudos, decorando os outros livros e aprendendo a interpretar a Torá, segundo a vontade de Deus.

Pois bem, todos os rabinos tinham seu próprio jugo, o que significa dizer, um conjunto de regras e interpretações que tinham da lei de Moisés. Em muitas dessas situações o jugo era pesado. Jesus também tinha seu jugo, sua interpretação da lei e queria mostrar aos discípulos e às pessoas qual era a vontade de Deus segundo a Torá. O peso dos outros era tanto que não à toa ele disse: “Ai de vós também, doutores da lei! Porque carregais os homens com fardos difíceis de suportar, e vós mesmos nem ainda com um dos vossos dedos tocais nesses fardos”.

O fardo dele, no entanto, era leve e seu jugo suave. E ele quando nos convida a irmos a ele, o faz sem distinção se temos pouco ou muito conhecimento. Para discípulos seus ele escolhe a todos, sem distinção, e as interpretações da lei que ele nos ensina nos destacam, pois não estão relacionadas ao brilhantismo e à erudição, mas à essência que pode se resumir em poucas palavras, esclarecendo-as como nenhum outro poderia, dando-nos a viver ações que contêm mais solidez que todo erudito conhecimento da letra da lei alcançaria.

Sadi – Um Peregrino da Palavra

Sady FolchJusta Compreensão

Artigos Relacionados