Últimas Publicações

Mais sublime

Suspeito que se eu tivesse acabado de escrever “Ouse Crer” hoje, e não há dois anos e meio como foi, o livro teria umas cem páginas a mais. É que para todo lado que olho e especialmente a cada nova página da Bíblia que releio, vejo evidências do acerto da conclusão a que cheguei e que me impeliu a escrever.

A conclusão, resumidamente, foi: o objetivo supremo de nossa trajetória neste mundo é desenvolver uma relação de confiança com Deus. É isso que determina nosso destino eterno. Logo, tudo que nos acontece é uma oportunidade para chegarmos nesse fim.
Eu estava no trânsito parado, então peguei minha Bíblia Viva para dar uma lida e o que li me trouxe outra confirmação dessa conclusão.
Em Efésios 3, Paulo está dizendo aos cristãos de Éfeso tudo o que eles têm depois de haverem aceitado o evangelho de Jesus. Agora eles estão em pé de igualdade com os judeus, podem se sentir honrados e animados (verso 13), podem experimentar “as riquezas gloriosas e ilimitadas”  e o “fortalecimento interior por meio do Espírito Santo” (verso 16). São todas coisas fantásticas, mas o melhor vem na sequência: “E oro para que Cristo habite em seus corações, à medida que confiarem nele, e que vocês aprofundem suas raízes no solo do amor maravilhoso de Deus; e que vocês, junto com todos os filhos de Deus, possam compreender a largura, o comprimento, a altura e a profundidade do amor de Cristo; e por si mesmos possam experimentar esse amor, embora seja ele tão grande que vocês nunca verão o seu fim, nem o poderão conhecer ou compreender completamente. E dessa maneira, vocês ficarão cheios de toda a plenitude do próprio Deus” (versos 17-19).
Note você que experimentar toda a extensão do amor de Deus, ficar cheio da plenitude dEle, são um subproduto de ter Cristo habitando nosso coração. E, para a coisa não ficar abstrata demais, o método para ter Cristo habitando em nosso coração não é envolve outra coisa senão confiar nEle. Ele habita no seu coração “à medida que confiarem nele”.
O Espírito Santo saiu cedo da cama hoje e espalhou pelo seu caminho um bilhete que diz: a sua existência pode ser muito, muito mais sublime do que essa luta vã e inglória para não perder as coisas que você acumulou, ou do que essa sua luta por sobreviver, ou do que esse esforço estafante por uma esmola de carinho e atenção. Você pode ter nada menos que a plenitude do próprio Deus. Você pode ter um amor tão imensurável que não dá para entender, mas dá, ah, sim dá, para experimentar. Você só precisa desarmar suas defesas, jogar a toalha, abdicar do controle. Você só precisa olhar para cima e sorrir. E confiar.
Marco Aurélio BrasilMais sublime

Artigos Relacionados