Últimas Publicações

Maranata

Você caiu num buraco fundo, escuro e úmido.Lá fora, silêncio, sonidos de cigarras e outros típicos da floresta. Tente imaginar o seu estado de espírito nessa situação, acho que não seria muito difícil. Mas atenção! Apareceu alguém lá em cima, deu um belo sorriso e disse que vai tirá-lo dali. Só precisa pegar uma corda.

É alguém que inspira muita confiança. O seu estado de espírito continua o mesmo? Você vai viver aqueles últimos momentos de expectativa da mesma forma e com as mesmas perspectivas de até então ou vai parar de arrancar os cabelos e de se angustiar?
hqdefault
Agora tente imaginar outra situação hipotética. Você está no trânsito de São Paulo, dirigindo pelas marginais, quando sintoniza no rádio um alerta: está chegando à cidade uma enorme tempestade. Em poucos instantes vai cair um dilúvio, com perigos de transbordamento  dos rios e córregos da cidade, enfim, caos à vista. O que você faz?
Continua dirigindo serodiamente, assobiando e fazendo o caminho que havia planejado ou tasca o automóvel no primeiro hipermercado ou shopping que aparecer?

Pois bem, a Bíblia diz que Jesus Cristo está voltando. Ela não faz rodeios para falar disso, ao contrário, a mensagem a respeito desse evento está repetida cerca de 1.500 vezes. Para cada verso com uma profecia a respeito do primeiro aparecimento de Cristo, há oito falando do segundo aparecimento dEle e o mais lembrado é o que está em João 14:1-3: “Não se turbe o coração. Credes em Deus, creiam também em mim. Na casa de meu Pai há muitas moradas… vou preparar-vos lugar, e se eu for, voltarei e os buscarei, para que onde eu estiver vocês estejam vós também”. A última profecia da Bíblia é esta “Certamente cedo venho”, Apocalipse 22:20.

A Bíblia é clara ao dizer como isso acontecerá: será de forma inequívoca, “todo olho o verá” (Apocalipse 1:7), será um evento literal (Atos 1:11), audível (I Tess. 4:16 e 17) e universal (Mateus 24:27). Quando isso acontecer, haverá apenas dois grupos de pessoas na Terra: aqueles que esperavam isso acontecer e se prepararam para isso, saudando Jesus, para quem aquele será o dia mais glorioso de todos, e os outros, que, segundo Apocalipse 6:16, pedirão às rochas e aos montes que caiam sobre eles para os esconder de Jesus, num misto de vergonha e medo.

A volta de Jesus é um fato bíblico, dito e repetido como nenhum outro. Tudo o que a Bíblia previu para acontecer até agora aconteceu à risca, daí a confiabilidade do rosto que apareceu lá em cima, no buraco em que caímos. Podemos confiar nele! E, se confiamos que alguém está vindo com a corda para nos tirar do buraco de dor, separação, solidão, angústia e culpa em que caímos, já vivemos diferente da forma como vivemos até ouvir essa mensagem. Você expressa essa alegria no rosto?

Ou vai continuar vivendo como sempre, rumando para a tempestade que foi anunciada porque não quer desviar do seu conveniente caminho?

Marco Aurélio BrasilMaranata

Artigos Relacionados