Últimas Publicações

# Milagres

Na tarde deste sábado teve o início de uma nova série do Programa “Começos” na Nova Semente. Criado e apresentado por Hiran Jacobini, é voltado àqueles que buscam conhecer a Bíblia de maneira profunda. Messias é o primeiro título, e os temas relacionados a ele serão expostos e discutidos ao longo de oito semanas.

Entre os temas debatidos neste sábado, os milagres vieram à tona. Como não poderia deixar de ser, abordamos as situações que ocorreram no passado e as que ocorrem atualmente. Em um determinado momento, alguém perguntou por que, afinal, Deus atende às orações de umas pessoas e de outras não?

Creio que há várias respostas para essas situações. A princípio, importa compreender que qualquer que seja o desfecho, Deus, que é onisciente, agiu em sua sabedoria infinita. O porquê, um dia saberemos. Sem essa confiança nele não há uma experiência real e produtiva com o Eterno.

Nesse momento, para provocar o debate, indaguei o seguinte – Sendo os milagres realizados por Deus, a expressão de Sua vontade, por que então a assertiva: “tua fé te salvou”? Quem não realiza milagres não tem fé suficiente?

Na verdade, em que pese Jesus haver mostrado que a fé daqueles homens era pequena, e a tendo do tamanho de um grão de mostarda seria o bastante para transportarem montanhas, parece-me ser a explicação do Cristo, registrada no evangelho de João, a essência que justifica essas realizações extraordinárias a que chamamos milagres e que ocorrem em relação à nossa fé – “Eu estou no Pai e o Pai está em mim. Somos um. As obras que faço, é Ele quem as realiza”.

Esse é o segredo revelado. A fé verdadeira e poderosa pode ser até mesmo do tamanho de um grão de mostarda, como bem nos ensinam os evangelhos, mas para que a tenhamos, devemos estar em Deus e Ele em nós, como aconteceu com Jesus. E mais, nesse mesmo contexto o Mestre nos disse que se crêssemos nele, faríamos também as obras que ele realizou, e coisas ainda maiores.

Finalizou afirmando que ele faria o que pedíssemos em seu nome, para que o Pai seja glorificado no Filho. Portanto, fica a pergunta: estamos de fato no Pai e Ele em nós, confiando integralmente em Jesus, para que possamos vivenciar os milagres em nossas vidas?

Sadi – O Peregrino da Palavra

Sady Folch# Milagres

Artigos Relacionados