Últimas Publicações

O outro reino

Mas o que o me interessa mais é o outro reino.

Aquele sobre o qual Jesus falava: “Desde então Jesus começou a pregar, e a dizer: Arrependei-vos, porque é chegado o reino dos céus” (Mat. 4:17). Aquele que era o tema central de Suas parábolas (“o reino dos céus é semelhante a…”). Aquele que está no epicentro da pregação que será o último grande acontecimento da história deste mundo e que colocará um ponto final na sucessão de pequenos reinos, como esse do PT aí: “Este evangelho DO REINO será pregado a toda nação, língua e povo, em testemunho a todas as gentes, e então virá o fim” (Mat, 24:14).
jesus-is-my-kingE, por me interessar o reino e o que ele realmente significa, me intriga que Jesus tenha dito tão claramente: “O reino de Deus está entre vocês” (Lucas 17:21). Mesmo se considerarmos outras versões, em que a tradução é “O reino de Deus estão dentro de vós”, está instalada uma dúvida. Sim, porque somos comandados pelo mesmo Jesus, na oração do Pai nosso, a orar “venha a nós o vosso reino”.
Por que eu tenho que pedir a vinda do reino? Ele já não está em mim ou perto de mim?
Penso que a chave para solucionar essa questão esteja na forma como Mateus resumia o discurso de Jesus lá no começo de Seu ministério público, e que ecoava o mesmo discurso de João Batista: “arrependei-vos”. Porque o reino está próximo. Porque, para entrar no reino, arrependimento é uma condição sine qua non. Porque o pedido “venha a nós o vosso reino” é seguido de perto por outro pedido, mais duro de fazer: “seja feita a Sua vontade”.
O reino de Deus, amigos, o ambiente em que Ele realmente reina, aquele no qual podemos entrar já agora, porque está perto, está acessível, está à mão, é o reino em que a vontade dEle é feita.
A mensagem que será pregada em testemunho ao mundo, porque vivida na prática, é a mensagem de que é possível – e altamente recomendável – obedecer a Deus, de que é possível arrepender-se de nossas ilusões de autonomia e autodeterminação.
A porta do reino de Deus está escancarada para você. Trata-se do reino que está instalado em versão beta, mas que não passará, será eterno. Trata-se do reino em que a paz mais sublime impera e onde toda lágrima será enxugada definitivamente. O único bilhete para entrar nele que está sendo requerido de você é orar: meu Deus, me ajuda a querer realmente que a tua vontade seja feita, tanto na Terra como no Céu.
 
Marco Aurélio BrasilO outro reino