Últimas Publicações

#Perdão

Em época de Copa do Mundo a maioria tem seu jogador predileto, sua jogada mais marcante, etc. Mas, dias atrás, um lance pra lá de inusitado e polêmico polarizou os comentários sobre a Copa, a mordida que o uruguaio Luis Suárez desferiu no ombro do zagueiro italiano Chiellini. A FIFA rapidamente analisou as imagens e, como foi uma agressão brutal e o agressor não é réu primário, aplicou a maior pena já imposta a um jogador dentro de um torneio de Copa do Mundo.

Não é meu intuito falar sobre a Copa ou execrar este ou aquele jogador, mas comentar a atitude de Chiellini após seu agressor vir a público se desculpar. Sua frase simples, mas muito emblemática foi a seguinte: “Está tudo esquecido. Espero que a FIFA reduza sua pena”. Num mundo onde os egos estão cada vez mais exaltados, onde o amor ao próximo ou a disposição de ajudar, de perdoar os que nos ofendem é cada vez menor, a atitude de Chiellini é, no mínimo, louvável e digna de ser imitada.

Todos fomos, pelo menos uma vez na vida, lesados, prejudicados, ou feridos por atitudes de outrem. Mas o Mestre, quando perguntado por Pedro acerca do perdão, afirmou que deveríamos perdoar nossos ofensores 490 vezes (Mateus 18:22), e isto pelo mesmo motivo. Isto não é coisa para seres humanos, é coisa para Deus e somente os que buscam fazer Sua vontade é chegam perto disto.

O que torna a frase de Chiellini mais fantástica é que ele não se colocou em posição de superioridade sobre seu agressor dizendo que o perdoava, ele simplesmente disse que tudo estava esquecido. Quando se erra, muito mais que o perdão, nosso maior desejo é de que o outro esqueça o que fizemos. Esquecer a ofensa é também outro conselho divino para nós.

Termino com duas notícias para você. Como se diz, uma boa e outra não tão boa. A boa notícia é que há um Pai no Céu que, não importa o que você fez ou ainda faz, está disposto a perdoar, a esquecer e a lhe restaurar à uma posição como se nunca houvesse pecado. A outra notícia, não tão boa, é que recebemos o perdão que damos ou outro. Portanto, se você quer ser perdoado, perdoe e esqueça, para que o Pai esqueça o que você fez e lance seus erros nas profundezas do mar (Miqueias 7:19).

Gelson de Almeida Jr.#Perdão

Artigos Relacionados