Últimas Publicações

Que paz é esta!

Ontem um grupo de observadores da ONU foi atingido pela explosão de uma bomba, colocada na estrada, na cidade de Khan Sheikhoun (Síria). O fato ocorreu mesmo após o cessar fogo negociado pela ONU e a Liga Árabe. Cerca de 20 pessoas morreram e várias outras ficaram feridas. Foi o segundo ataque a bomba a um comboio da ONU em apenas uma semana. Ao ler a notícia me perguntei, e o acordo de paz, de cessar fogo? E a palavra dos governantes onde fica?

Este fato comprova que a paz que nossos governantes garantem não é uma coisa em que se possa confiar, pois não é uma paz genuína, é a paz feita com armas. É a lei do mais forte, na qual aquele que tem maior poder de fogo tenta silenciar seus opositores.

Séculos antes de Cristo aqui nascer foi profetizado que um de Seus atributos seria o de “Príncipe da paz” (Isaías 9:6) e, em suas considerações finais, Ele afirmou que subiria ao Pai, mas que nos deixaria a Sua paz, não uma paz como a dos homens, mas uma paz na qual se pudesse confiar (João 14:27).

É muito ruim desconfiar das pessoas, mas de uma coisa podemos estar certos, somente em Cristo poderemos encontrar a verdadeira paz. Uma paz totalmente atemporal, não sujeita ao humor das pessoas, às mudanças econômicas, à situação política ou à boa vontade de ninguém.

Neste exato instante o Príncipe da paz quer estar ao seu lado e lhe conceder a Sua paz. Apenas lhe estenda a mão e O receba.

Gelson De Almeida Jr.Que paz é esta!

Artigos Relacionados