Últimas Publicações

Quem é esse Homem afinal?

O esquálido com aspecto sofredor e impotente do crucifixo, o sujeito de aspecto sereno e sorridente das gravuras, um tipo cheio de caras, bocas e trejeitos de mão retratado no cinema, um nome que funciona como interjeição para as situações mais diversas. Ou então um espírito evoluído, um grande mestre, um sujeito iluminado, um mero agitador social. Milhões de pessoas, se confrontadas com a dúvida, perguntariam: quem é Jesus Cristo, afinal de contas?

A boa notícia é que ninguém precisa ser ignorante a esse respeito. Basta ler. Ele é “o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo”. É, em suas próprias palavras, “o bom pastor. O bom pastor dá sua vida por suas ovelhas” (João 1:29 e 10:11). Quer saber quem é Jesus Cristo? É nosso substituto, toma sobre si a morte que é nossa pra que nós tenhamos a vida que é dEle, vida em abundância (João 10:10). É meu substituto pessoal, mas é muito mais.

Ele diz que quando eu estiver cansado, posso ir até Ele e encontrar alívio (Mateus 11:28). Jesus é a melhor e mais eficaz terapia que existe, ideal para um mundo cansado, estressado, louco, com casamentos em frangalhos, relações degradadas, assédios morais e exercícios torpes de poder. Mas é muito mais.

No verso seguinte eu descubro que posso aprender a ser manso como Ele. Jesus é a garantia de que posso ser aquilo que não sou e nem nunca seria não fosse pelo contato com Ele. É a garantia de que minhas limitações genéticas, do meio em que vivo e as acariciadas por mim ao longo dos anos não precisam me aprisionar para sempre. Jesus é isso tudo. Mas é muito mais. Ele me diz que é caminho, verdade e vida (João 14:6), de modo que não preciso ceder ao apelo fácil do relativismo desse tempo, em que nada é totalmente preto ou totalmente branco. A verdade existe e sabê-lo é como estar agarrado a uma enorme boia em meio ao oceano flutuante. Jesus me dá equilíbrio mental quando me dá o Caminho a seguir, me permite não precisar viver a dar caneladas pelas pedras das trilhas tortuosas e escuras que os homens inventam. É caminho e verdade, mas muito mais.

Jesus disse que sequer o limite que parecia definitivo, a morte, não há de ser definitivo sob Sua mão. “Quem crê em Mim, ainda que morra viverá” (João 11:25). Jesus é a saída para o beco sem saída da morte. Ele me proporciona experimentar por onde quer que eu ande uma iguaria raríssima, que o mundo desconhece e que atende pelo nome de esperança. Jesus é esperança, mas é muito mais.

“A minha paz vos dou” (João 14:27). Quem mais poderia me dar o mais precioso de todos os bens? A fortaleza interior quando a borrasca bate? Quem mais me permitiria manter a sanidade e a tranqüilidade quando alguém que eu amo agoniza ou quando os ventos desta vida carregam o que armazenei? Quem mais me permitiria não desmoronar ao ouvir uma notícia soturna de um médico? Quem seria capaz de me dar paz, senão Cristo?

A verdade é que Ele é isso tudo, mas é mais ainda. Dificilmente, mesmo colando esses diversos 3×4 de Cristo, poderíamos ter um quadro completo do que Ele é. Mas podemos saber o que é esse mais ainda, porque Ele está à distância de uma prece. Sendo experimentado, Cristo vai-Se revelar sempre mais e mais. É trabalho para uma vida inteira, então o que estamos esperando?

Marco Aurélio BrasilQuem é esse Homem afinal?

Artigos Relacionados