Últimas Publicações

Simples Saudade

Triunfo da esperança sobre a tristeza
—————————————————-

 A palavra “Saudade” não encontra equivalência em outras línguas. É um vocábulo exclusivo da língua portuguesa e considerada uma das dez palavras mais difíceis de se traduzir para outras línguas. Somente há pouco tempo, na década de 2000, que a prestigiada Universidade de Oxford, na Inglaterra, incluiu este termo em seu dicionário, definindo-a como “um sentimento de melancolia ou nostalgia, típica do comportamento português ou brasileiro, que se dá na falta de algo ou alguém”.

Podemos sentir saudade de algum lugar que ansiamos voltar, de casa quando estamos longe, de uma pessoa querida que está ausente. Este é um sentimento que se revigora na esperança, de uma contagem regressiva para a mitigação da emoção. Porém a saudade também se manifesta no que não podemos mudar: do vigor físico de quando somos jovens, de um tempo passado ou de um ente querido que já faleceu.

Neste segundo caso, a melancolia pode se desenvolver em depressão. A esperança aparenta estar desvanecida por não enxergarmos a solução ou por não podermos controlar a situação, e isto pode levar a todos os surtos possíveis, pois o luto humano tende a procurar um culpado ou uma causa que leve à racionalização e compreensão dos fatos.

Infelizmente, quem segue este caminho tampouco achará a resposta. A esperança ressurgirá no momento em que aceitarmos que Deus está no controle e nos apresenta o final da história: superaremos a saudade no momento em que Ele enxugar de nossos olhos todas as lágrimas e estivermos com o Pai num lugar onde não haverá nem choro, nem dor ou tampouco melancolia (Apocalipse 21:4). Assim como nós, nosso Criador também sente nossa falta e anseia pelo dia em que habitaremos com Ele.

ComunicaçãoSimples Saudade

Artigos Relacionados