Últimas Publicações

Sua Machadinha Está Enterrada?

Na época da colonização dos EUA havia um costume interessante entre algumas nações “indígenas”. Quando acabavam de guerrear com outra tribo e era selada a paz entre eles os guerreiros de ambas tribos enterravam sua machadinha, num gesto claro de que não queriam mais nenhum tipo de conflito.

Atitude muito diferente do perdão praticado por muitos hoje em dia que parece que, caso vivessem numa dessas tribos, enterrariam a machadinha, mas deixariam o cabo para fora, afim de pegá-la rapidamente, caso “precisassem” atacar novamente.

“Pai, perdoa-lhes, porque não sabem o que estão fazendo”, foi a oração feita por Cristo ao Pai, em relação aos que o haviam tratado mal e crucificado. É um perdão incompreensível para nós, mas o Eterno promete que perdoará, por completo, todo pecado confessado (I João 1:9), que não se lembrará mais do erro cometido (Hebreus 10:17) e promete lançar nossos pecados nas profundezas do mar (Miquéias 7:19), uma linguagem figurada para mostrar que aquilo irá para o esquecimento.

Na “Oração Modelo” Cristo nos ensinou a orar pedindo ao Pai que nos perdoe do mesmo modo que perdoamos aqueles que nos ferem. Você tem condições e coragem de pedir isso ao Pai diariamente? O seu perdão é o da “machadinha enterrada” ou o da “machadinha com o cabo para fora”? “Enterre sua machadinha“, perdoe de modo incondicional. O Pai não espera nada menos que isso de você.

Gelson de Almeida Jr.Sua Machadinha Está Enterrada?

Artigos Relacionados