-

# A inteireza da paz

feliz sábadoNa manhã desta sexta, recebi uma mensagem WhatsApp endereçada a mim em um grupo que participo, e alguém que conheci há algumas semanas, testemunhava ainda não ser adventista, mas dizia sentir-se totalmente aconchegante quando lia os textos dos demais integrantes, praticamente todos adventistas do sétimo dia.

A sua sensação, dizia, é de segurança quando lê nossos textos às sextas e percebe o feliz sábado que desejamos uns para os outros. E naquela hora, ao ler a saudação que eu havia feito em resposta a alguém que se dirigiu a mim igualmente, – Shabbat Shalom – resolvera se abrir para nos falar sobre seus sentimentos.

Disse não saber o significado da expressão hebraica, mas que havia sentido uma “profunda vontade de sair correndo para esse lugar…sei lá onde”, afirmou ela. Eu quase chorei de emoção.

Em seguida, testemunhou-nos ter lido uma mensagem que um dos integrantes havia escrito sobre o quarto mandamento, e aquelas palavras a tocaram de tal forma, que de pronto se ajoelhara, entregando o seu fardo para Jesus, segundo suas próprias palavras.

Esta semente de meditação poderia parar por aqui, tamanha a grandeza deste testemunho vivenciado por essa pessoa, tocada pelo amor de Deus e por Seu poder. Contudo, permitam-me estender algumas linhas apenas, para falar sobre a explicação que dei sobre o significado de Shabbat Shalom.

Disse a ela que “Shabbat” significa sábado, sendo o dia em que o SENHOR descansou de toda obra que havia feito, abençoando-o e o santificando. Quanto a “Shalom”, afirmei que, ao contrário do que muitos pensam, não significa tão somente “paz”, todavia tendo um significado mais profundo.

Shalom é uma palavra que tem origem na palavra “shalem” e significa “inteiro”, “completo”. A compreensão de paz nesse contexto surge, portanto, quando se conclui que para alcançá-la, é preciso estar inteiro, por completo diante do Eterno.

Por isso o Shabbat Shalom, para desejar uns aos outros que nos entreguemos por inteiro neste dia, a fim de alcançarmos a excelência da adoração ao Eterno no dia santificado, e dessa forma, restaurando nossas forças, adentrarmos novamente à semana, e nela testemunharmos o nosso viver, completos e por inteiro em Deus, pela graça de Cristo.

Foi assim que aconteceu!

Shabbat Shalom!

Sadi – Um Peregrino da Palavra

Sady Folch# A inteireza da paz

Artigos Relacionados