-

Águia ou Galinha?

É atribuída a Leonardo Boff a história do camponês que pegou um filhote de águia na mata, levou-o para casa e criou junto às galinhas. Certo dia, um naturalista visitando-o viu a estranha cena, a agora águia adulta ciscava entre as galinhas. O camponês conta toda a história e termina dizendo que a águia virara uma galinha. O naturalista disse-lhe que isso era impossível, lá no fundo o instinto de águia prevalecia e ele iria provar isso.

Colocou o animal em um de seus braços, levantou-o o mais alto que pode e balançando-o disse ao animal: Você é uma águia, abra suas asas e voe. A águia olhou para as galinhas no chão, pulou do braço do homem e se juntou a elas. Com ar triunfante o camponês disse-lhe: A águia virou uma galinha. O homem não se deu por vencido e no dia seguinte repetiu o gesto, novamente a águia voltou para o chão.

No terceiro dia ele fez algo diferente, levou a águia para o alto de uma montanha, o sol nascente iluminava a região, repetiu o ritual, tremendo a águia não se moveu. Pegou então a cabeça do animal e fez com que seus olhos se fixassem no sol. Lentamente a águia abriu as asas, começou a batê-las, timidamente ergueu voo, para, instantes depois, desaparecer no firmamento, voltara a ser uma águia.

Criados à imagem e semelhança do Eterno, vivendo muitas vezes entre “galinhas”, esquecemos do propósito para o qual fomos criados. Andamos de cabeça baixa em nos contentamos em andar e ciscar no chão, mas não precisa ser assim. Se permitirmos que Aquele que mais nos conhece e entende nossa situação, Cristo, nos tire do chão, da zona de conforto, se dermos ouvidos à Sua voz, sempre a nos falar, nos animar e nos direcionar para algo melhor e, por fim, fixarmos nosso olhar na Luz, lembraremos quem somos e para o quê fomos criados. O inimigo quer que permaneçamos “galinha”, o Eterno quer que voltemos a ser águia.  Águia ou galinha, ao criá-lo o Eterno fez Sua escolha, mas a decisão final é sua

Gelson De Almeida Jr.Águia ou Galinha?

Artigos Relacionados