-

Ah, seu eu pudesse voltar no tempo….

Aquele dia amanhecera com outro qualquer na vida do casal, tudo perfeito e em ordem como sempre fora até então, não havia um só motivo para a tristeza ou preocupação. Mal sabiam, porém, que, ao final do dia a calma, a paz e a tranquilidade da manhã, dariam lugar ao medo, angústia e terror. Em poucas horas a alegria deu lugar à tristeza ante a expectativa da chegada do ilustre visitante, o sorriso foi embora e o medo se apossou deles, medo que de tão pavoroso os levou a se esconder. Sem dúvida este era o pior dia da sua vida. Adão e Eva haviam desobedecido o Eterno.

Estavam paralisados, não ousavam mais sonhar. Em pouco tempo haviam perdido casa, credibilidade, confiança, amor próprio e não vislumbravam um futuro promissor. Uma decisão aparentemente simples, mas quanta tragédia ela causou! Foram poucos minutos de prazer, mas teriam toda uma vida para se arrepender. Haviam sido alertados do perigo que os rondava, haviam sido aconselhados, mas, como qualquer ser humano, confiaram tanto em si que deixaram os conselhos do Criador de lado. O desejo de satisfação própria levara-os à ruína e miséria. Uma coisa totalmente nova e desconhecida para eles faria parte do seu cotidiano por todos os dias, o pecado e seus efeitos.

Nem imagino que horas o seu relógio esteja marcando agora, mas, com certeza, você já fez escolhas, já tomou decisões hoje.  Espero que ainda não tenha feito nada que possa lhe trazer arrependimento. Lembre-se, cada escolha feita, cada decisão tomada traz consigo seus frutos. Gosto da frase atribuída a Pablo Neruda: “Você é livre para fazer suas escolhas, mas é prisioneiro das consequências”. Peça ajuda ao Pai e Ele lhe ajudará a escolher bem. Se já escolheu errado não dá para voltar no tempo e desfazer, mas não se desespere, pois, assim como Adão e Eva tiveram, temos um Salvador pronto a perdoar um pecador arrependido (I João 2:1).

Gelson De Almeida Jr.Ah, seu eu pudesse voltar no tempo….