-

Foi só uma “mentirinha”

“Eu sou o Caminho, a Verdade e a Vida…” (João 14:6)


verdade-x-mentiraCerto feita um homem levou sua família para almoçar em um restaurante. Após todos comerem ele vê que havia sobrado uma porção substancial de carne, chamou o garçom e pediu que embrulhasse o restante da carne, pois levaria para seu cachorrinho. Alegremente as inocentes crianças exultam e dizem: “Oba, papai vai comprar um cachorro”!

Provavelmente você ainda está rindo da situação do pobre homem, isso aconteceu comigo quando li a história pela primeira vez. Talvez você nunca tenha passado por uma “saia justa” desse tipo, mas será que, ao longo de sua vida, não tem agido de modo parecido com o pai? Quantas vezes você contou uma “mentirinha” ou, como dizia uma amiga minha: “Eu não menti, eu omiti”?

No tocante à definição de omissão, gosto da que afirma que omissão é a supressão total ou parcial da verdade, voluntária ou involuntariamente. O Dicionário Informal afirma que omissão “é o não agir quando se esperaria que o fizesse”. No Direito, omissão é a conduta pela qual uma pessoa deixa de fazer algo que seria obrigada ou que teria condições de fazer.

Falando a um grupo de líderes religiosos Cristo afirmou: “Porque vocês são filhos do seu pai, o diabo, e gostam de fazer as coisas más que ele faz… Quando mente, isso é perfeitamente normal; porque ele é o pai dos mentirosos” (João 8:44 BV). Não importa se é uma grande mentira, uma “mentirinha” ou uma omissão, tudo é mentira e mentira é pecado, e se é pecado as consequências sempre serão desastrosas. Verdade e mentira são tão opostas quanto o dia é da noite, peça então ao Eterno que o ajude a fugir desse tão danoso mal. Quer tomar posse das coisas eternas seja um seguidor de Cristo, o Caminho, a Verdade e Vida.

.

Gelson De Almeida Jr.Foi só uma “mentirinha”

Artigos Relacionados