-

O mito do pé na jaca

Em pleno carnaval somos levados ao extremo máximo de uma dessas verdades absolutas que não resistem a um olhar mais de perto.

A mentalidade mais ou menos universal é de que todos precisam extravasar, largar a razão, as máscaras sociais de lado, nem que seja vestindo outras mais divertidas por cima. O carnaval é a festa da carne, nascida na tradição católica como uma válvula de escape necessária para todo bom cristão que, passado ele, entraria num período de abstinência e contrição logo em seguida, e que dura até a Páscoa. Assim, enfiemos o pé na jaca antes de nos mortificarmos por 40 dias…

Para essa mentalidade Deus diz simplesmente: amar o que é puro, verdadeiro, honesto, justo, puro e amável (Filipenses 4:8) é possível. Você não precisa se ocupar dessas coisas como uma obrigação, ao contrário, você pode ter prazer nelas.

Para mim e para você Deus diz: você pode ser alto tão mais alto! Você pode ser alto tão melhor do que essa criatura esquálida que precisa enfiar o pé na jaca de quando em vez…!

Quem sabe não para este carnaval,  experimente deixar Deus atuar dentro de você. O próximo carnaval pode ser pleno do que é puro, verdadeiro, honesto, justo, puro e amável. E você estará mil vezes mais feliz!

Marco Aurélio BrasilO mito do pé na jaca