-

Tempo, tempo, tempo

Tempo, tempo, tempoJá reparou como fazemos coisas o dia inteiro, um monte delas? Estamos sempre ocupados, trabalhando fora, estudando, graduando, pós-graduando, organizando a casa, o escritório, nossas agendas, nossas finanças, uma nova viagem, atendendo telefonemas, enviando mensagens, respondendo-as, cuidando dos filhos, do cônjuge, atendendo aos amigos, combinando encontros sociais, culturais, assistenciais, buscando incessantemente novas informações, publicando nas redes virtuais, comentando, curtindo, compartilhando, e quando sobra um espaço, lá vamos nós de novo pensar em algum projeto novo. Enfim, sempre envolvidos com algum tipo de atividade, até mesmo as que dizem respeito ao conhecimento do evangelho e participação em cultos semanais, e no meio disso tudo, a pergunta: Será que existe um tanto suficiente de nós em plena comunhão com Deus? Será mesmo que alguém consegue realizar tantas coisas, ainda que se voltem à obra de Deus, e ainda assim poder dizer que pôde ouvi-lo ao longo desses contextos? Caso Ele necessite adverti-lo sobre algo, você conseguiria ouvir a Sua voz? “E respondendo Jesus, disse-lhe: Marta, Marta, estás ansiosa e afadigada com muitas coisas, mas uma só é necessária; Maria escolheu a boa parte, a qual não lhe será tirada”. Aquele que lê, entenda.

Sadi – Um Peregrino da Palavra

Sady FolchTempo, tempo, tempo

Artigos Relacionados