-

# Vida, a tecnologia

um-moinho-de-agua-alimentado-nA vida melhorou muito com o advento da tecnologia. E não me refiro tão somente aos computadores, mas a invenções, por exemplo, a roldana, ou de ferramentas como o arado e mesmo mecanismos como um moinho de água.

Mediante a tecnologia, o homem pôde tornar o seu trabalho eficiente, otimizar o seu tempo e alcançar resultados eficazes. Contudo, em especial nestes tempos em que a tecnologia informática nos cerca por todos os lados, os usuários parecem ter esquecido que aparelhos e aplicativos se justificaram por facilitadores da vida, permitindo descansos e lazeres.

No entanto, nessa conta entra a forma exagerada no uso da tecnologias, tornando-se dependente da ideia de sempre consumir conhecimento e quando percebe perdeu a capacidade de fazer uma simples conta matemática ou de identificar a própria dor de cabeça como consequência do stress em que vive.

Contraposto ao que escreveu Platão a respeito da frase – Conhece-te a ti mesmo – que inspirou Sócrates a construir sua filosofia, o homem se desconhece a cada dia. De que vale ganhar o mundo e perder sua alma, perguntam as escrituras. A mesma fonte sabiamente adverte que o muito conhecimento traz enfado.

Que a informática trouxe possibilidades maravilhosas aos nossos dias, sobretudo na área profissional, isso é inquestionável e queira o homem o aperfeiçoar cada vez mais. É importante, porém, que perceba que isso o permite um tempo consigo mesmo para descansar a mente, orar mais tempo, estar com alguém para conversar, entre dezenas de boas hipóteses.

Se o homem não pensar e agir nesse rumo, ficará por aí, procriando novas gerações que afirmam estar sempre na maior correria, sem tempo, e mesmo quando sentados à mesa, continuarão olhando para o celular ao invés de olhar nos olhos de alguém que esteja à sua frente.

Pense nisso. Encontre a dosagem equilibrada para todas as coisas. Permita-se conhecer os benefícios da tranquilidade. Interaja com mais humanidade a sua própria vida. Saiba o que é ser feliz.

Sadi – Um Peregrino da Palavra

Sady Folch# Vida, a tecnologia

Artigos Relacionados